barras-lateral-amarelo
barras-lateral-verde

SABE QUE A PRÁTICA DE ESPORTES PODE RESULTAR ECONOMIA PARA O SEU BOLSO?

Quem pratica exercícios regularmente vai menos ao médico e consome quantidade reduzida de remédios. Mas, como saber o melhor esporte para você?

À medida que a expectativa de vida aumenta, crescem também os desafios para que os anos a mais sejam vividos com qualidade e independência. E como alcançar essa excelência depois dos 60? A resposta pode estar na inclusão das atividades físicas!

Envelhecer com saúde. Esse é uma das principais metas da terceira idade. E essa classe, a cada dia que passa, está em maior número e torna-se cada vez mais exigente em relação à qualidade de vida. Na esteira dos países desenvolvimentos, o Brasil caminha para se tornar um País de população majoritariamente idosa. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o grupo de 60 anos ou mais será maior que o grupo de crianças com até 14 anos em 2030, e em 2055, a participação de idosos na população total será maior que a de crianças e jovens com até 29 anos.

E quais são os fatores para que a parcela de idosos tenha aumentado de forma significativa no Brasil e em outros países? Um dos que tem contribuindo e muito é a prática de atividade física, que os ajuda a ser mais ativos e cheios de energia. Os idosos que ainda estão restritos a cuidar dos netos, balançar na cadeira e tomar remédios… Isso é coisa do passado!
O ideal é o idoso ter a supervisão de uma equipe multidisciplinar, que proporcionará maior segurança e controle dos aspectos dentro do contexto da terceira idade.

Antes de o idoso descobrir a atividade que mais lhe agrada é importante que ele consulte profissionais capacitados a prescrever o que deve ou não ser feito, para que assim os objetivos físicos sejam alcançados. “Antes do início do treinamento, é aconselhável ter uma autorização médica e realizar os exames necessários. O aspecto nutricional também é importante. O ideal é ter a supervisão de uma equipe multidisciplinar, que proporcionará maior segurança e controle dos aspectos dentro do contexto da terceira idade.

A escolha do esporte

Dentre o universo de modalidades que a terceira idade pode optar, é interessante o idoso analisar três pontos ao realizar a escolha:

- Qual a preferência por uma atividade?
- Qual a indicação do profissional?
- Quais são as suas limitações e objetivos?

Os esportes para os idosos devem abranger o desenvolvimento da força, capacidade aeróbia, flexibilidade e equilíbrio. Algumas atividades são indicadas, como a musculação, caminhada, corrida, ciclismo indoor, treinamento funcional, natação e dança. A frequência da prática dos exercícios deve ser de três a cinco sessões semanais, variando entre 30 a 60 minutos.

Caminhada e Corrida

São exercícios bastante simples, considerados os mais práticos de inserir na rotina dos idosos e o mais eficientes para aqueles que chegam à terceira idade com um histórico de sedentarismo.

Natação

Além de queimar calorias, a natação trabalha de forma intensa a parte aeróbica e fortalece os músculos. Protege também as articulações, ajudando no tratamento de doenças como artrite e osteoartrite. E o contato com a água provoca vasodilatação nas vias respiratórias, melhorando instantaneamente a respiração e diminuindo o problema da falta de ar, com que muitos idosos sofrem.

Ciclismo

O Ciclismo trabalha a parte aeróbica, o equilíbrio e o fortalecimento dos músculos das coxas e da panturrilha. É importante garantir a segurança, andando de bicicleta sempre com equipamentos como capacete e luvas especiais.

Dança

A dança é capaz de trabalhar e oferecer flexibilidade, melhora do condicionamento aeróbico, aprimoramento da coordenação motora e perda de peso, entre tantos outros.

Musculação

O aumento da massa muscular é fundamental na melhora da capacidade muscular, no auxílio indireto da redução da gordura corpórea, no aumento da taxa metabólica basal.

A novidade do momento para os idosos é o treino funcional. Ainda pouco divulgado, ele desenvolve as qualidades físicas e movimentos básicos do dia a dia.

Treinamento Funcional

O treinamento funcional pode ser um verdadeiro parceiro dos idosos, pois visa desenvolver as qualidades físicas e movimentos básicos necessários no dia a dia, como força, resistência, equilíbrio, os atos de sentar e levantar, andar, correr, carregar, empurrar, puxar, etc

Principais benefícios

Os benefícios da atividade física para idosos são diversos, incluindo:

- Previne ou melhora doenças: hipertensão, derrames, varizes, obesidade, diabetes, osteoporose, câncer, ansiedade, depressão, problemas no coração e pulmões;
- Melhora da força muscular;
- Melhora dos movimentos dos braços, pernas e tronco;
- Reduz o consumo de remédios;
- Aumenta apetite;
- Reduz as dores;
- Melhora o risco de lesões nos músculos;
- Melhora o condicionamento físico geral;
- Reduz o risco de quedas.

Pratique esporte. Todo dia é dia!

Fonte: http://goo.gl/xLYvzV

Deixe um comentário

aposentacao educar