barras-lateral-amarelo
barras-lateral-verde

TECNOLOGIA FACILITA INTEGRAÇÃO DE IDOSOS

Usar computador fez com que 87% deles adquirissem novas habilidades

Pesquisas feitas com alunos de cursos de informática para a terceira idade mostram que a tecnologia tem um impacto positivo na rotina de idosos e aposentados. Ao aprender a usar o computador e navegar na internet, grande parte dos homens e mulheres com mais de 65 anos se comunica mais com filhos e netos, faz novos amigos e se sente estimulado intelectualmente e integrado à sociedade.

“Os trabalhos têm mostrado que a tecnologia é eficaz em promover interação social e estimular o convívio entre os idosos”, afirma a pedagoga Kely Cristina Vieira, especialista em tecnologias da inteligência e autora de uma pesquisa com alunos da Universidade Aberta da Terceira Idade da PUC-SP. “Muitos são viúvos ou moram sozinhos, outros vivem longe dos filhos e netos.Com o computador, encontram uma forma de comunicação, a princípio assustadora e depois fascinante.”

No entanto, a pesquisadora ressalta que as expectativas dos idosos ao aprenderem a usar o computador vão além da comunicação ou do acesso às informações cotidianas: elas estão relacionadas com a inserção no mundo atual, dominado pelos conteúdos digitais, e com a sensação de independência e liberdade. “Aprender a usar o computador é também ter conhecimento para lidar com a tecnologia em outros locais, como bancos, e para entender vocabulários e códigos que estão por toda parte.”

Não à toa, mais de 80% dos entrevistados na pesquisa afirmaram que o computador trouxe mudanças positivas em sua vida e 87% disseram que adquiriram novas habilidades. Um dos maiores benefícios foi a autonomia. 25% dos idosos usam a internet no País para falar com filhos os netos que moram longe, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa Cetic, levantamento feito pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, mostra que 73% dos idosos brasileiros que acessam a internet usam o e-mail com frequência e, desses, 36% também trocam mensagens instantâneas. Outros 26% fazem parte de sites de relacionamentos.

Os idosos querem e devem se sentir inseridos e pertencentes à realidade em que estão. Hoje a internet está por toda parte. Eles querem se comunicar e, uma vez inseridos, usam mesmo as ferramentas.

No entanto, para que a experiência com o computador seja bem-sucedida, os primeiros contatos com a máquina precisam ser feitos em um ritmo mais lento e as atividades devem ser repetidas.

O jovem cresceu na cultura do mundo digital, está acostumado com um universo de ícones, usa o computador instintivamente. O idoso, não. Por isso é uma outra abordagem, senão pode provocar frustração e decepção.

Fonte: http://goo.gl/WGOnfv

Deixe um comentário

aposentacao educar